Electromiografia

A Eletromiografia é uma técnica de monitoramento da atividade elétrica das membranas excitáveis das células musculares, representando os potencias de acção deflagrados por meio da leitura da tensão eléctrica. O sinal eletromiográfico é o somatório de todos os sinais detectados sob a área de alcance dos eléctrodos, podendo ser afectado por propriedades musculares, anatómicas e fisiológicas, assim como pelo controle do sistema nervoso periférico e a instrumentação utilizada para a aquisição dos sinais.

Três principais métodos são utilizados para a detecção do sinal de eletromiografia. O primeiro (profundidade) envolve a inserção de agulhas no ventre muscular, permitindo a captação do sinal advindo de um grupo restrito de unidades motoras. O segundo (superfície) implica a fixação de eléctrodos sobre a pele na região correspondente ao ventre muscular. Neste método é utilizado um par de elétrodos com o intuito de reduzir os ruídos de origem comum no sinal adquirido. Um terceiro método compreende a fixação de uma matriz ou malha de eléctrodos sobre a pele (multicanais ou alta-densidade). Esta configuração permite a captação de uma maior área do ventre muscular, possibilitando a avaliação de alterações locais.