Electroterapia

A Electroterapia ou “electricidade médica” consiste no uso de correntes eléctricas para o tratamento de pacientes.

Os equipamentos actuais empregam diferentes tipos de correntes, onde o aparelho emite a energia electromagnética que é então conduzida através de cabos condutores até aos eléctrodos que ficam aderidos à pele do paciente. Outras formas incluem a utilização de agulhas ao invés de eléctrodos, sendo este emprego mais reservado ao uso para terapia estética ou para métodos diagnósticos.

Os aparelhos de electroterapia utilizam uma intensidade de corrente muito baixa, são miliamperes e micro amperes.Os eléctrodos são aplicados directamente sobre a pele e o organismo será o condutor. Na electroterapia temos que considerar parâmetros como: resistência, intensidade, voltagem, potência e condutividade.